Desmistificando 4 mitos sexuais

Não importa há quanto tempo você está em um relacionamento, é possível resgatar aquele desejo que tinham lá no início. Talvez até vocês nunca tenham sentido esse desejo forte um pelo outro. Talvez você nunca tenha sentido com ele o que já sentiu na cama com outro homem. Ou talvez seja ele que nunca sentiu com você o que já sentiu com outras! Mas existe um conjunto de estratégias para você conseguir ter esse relacionamento excitante. São formas de você instigar seu homem para ter mais vontade de transar com você, ter um desempenho melhor na cama, e vocês dois terem mais prazer do que jamais tiveram antes. Existem um conjunto de ações que vai desde situações do cotidiano, passando pelas preliminares sexuais, até técnicas e posições específicas que revolucionam qualquer relacionamento.

Olá meninas! Hoje vamos falar sobre 4 mitos sexuais apontados pela sexóloga Elizabeth Novaes. Segundo ela “Muitas mulheres tentam ser “legais” para seus homens na expectativa que eles sejam bons de cama para ela. Mas a realidade é que você tem que ser boa de cama, e torná-lo bom de cama, para ver a gigantesca diferença que isso fará no seu relacionamento.”

Elizabeth vem aplicando suas técnicas em centenas de casais e afirma que o desejo do casal não tem que diminuir com o tempo, da mesma maneira que o desejo sexual da mulher não diminui após os 40 anos. Saiba mais sobre a tese dela neste post.

MITO #1: O desejo do casal naturalmente tem que diminuir com o tempo

Estudo mostraram que o desejo sexual do homem e da mulher NÃO cai com o tempo, biologicamente falando. O que acontece na prática é uma diminuição do desejo por questões psicológicas, de relacionamento.

No início do relacionamento tudo é novo e há um grande desejo de conquistar o outro, de satisfazer o outro. Quando passam mais tempo juntos isso diminui e ambos não são mais o que eram no início. O mito aqui é que não há nada a fazer para manter o desejo do início e que resta apenas se conformar.

O maior problema das mulheres é que elas simplesmente não sabem o que fazer para retomar esse desejo, trazer de volta essa excitação. O mais comum é chegar ao ponto da frequencia de sexo ser cada vez menor e o ato em si ser cada vez mais rápido, gerando ainda mais frustração.

MITO #2: Filhos acabam com o desejo sexual do casal

Não há duvidas que filhos colocam um desafio a mais na vida sexual do casal. Mas na verdade o que acontece é que o casal não aprende a lidar com essa nova realidade e o sexo nunca mais é o mesmo. Ao saber lidar com o tempo e principalmente com o parceiro é perfeitamente possível ter uma relação sexual plena, vibrante e muito prazerosa.

O que acontece normalmente é que as pessoas culpam as crianças por uma vida sexual ruim quando na verdade ela já estaria ruim mesmo se as crianças não existissem.

MITO #3: Meu parceiro não é muito “animado” na cama

Você acha que seu namorado ou marido ficaria “animado” na cama se estivesse com uma garota de programa linda e escultural na cama? O que acontece não é a falta de animação dele na cama e sim a falta de animação com VOCÊ! A boa noticia é que existem técnicas físicas e psicológicas para ser essa garota de programa na cabeça do seu homem e vocês terem uma relação sexual muito excitante e divertida.

MITO #4: Depois de 40 anos a mulher naturalmente fica menos interessada em sexo

Esse é um mito que homens e até as próprias mulheres acreditam. Na verdade o que acontece é a incapacidade de ambos desempenharem uma relação sexual excitante o suficiente para a mulher ter prazer. Isso gera uma enorme frustração na mulher, que acaba buscando menos sexo com esse companheiro que não lhe satisfaz.

A capacidade da mulher acima dos 40 anos ter prazer no sexo é na verdade MAIOR do que quando ela era mais nova. Isso se dá principalmente pelo amadurecimento emocional e pelo maior conhecimento do próprio corpo. Para voltar a ter uma grande vontade sexual e experimentar o máximo de prazer é necessário aprender os caminhos físicos e mentais para excitar o parceiro física e psicologicamente ao mesmo tempo que a si própria.

E aí você concorda com essas afirmações? Deixe a sua opinião nos comentários. 

Você também pode se interessar pela explicação da Elizabeth sobre:

As 8 verdades mais perturbadoras sobre sexo e que ninguém conta para você! 








Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *