Liberdade ou falta de limites?

Você já parou para pensar que seu corpo foi criado para você existir e que ele funciona exclusivamente por você? Portanto liberte-se: seu corpo não existe para provar nada a ninguém!

Acreditamos na liberdade sexual, aquela que podemos nos permitir experimentar, sentir novas formas de prazer, ousar, gozar… Aquela que te permite dizer “não”, porque liberdade definitivamente não é sinônimo de “sim”! Acreditamos na liberdade que só faz sentido quando você sabe discernir o que você sente vontade, ou não, de fazer.

Tem gente que foi numa casa de swing e não quis fazer nada além de dançar e beber com seus amigos ou parceiro, e quer saber? Tudo bem! Tem gente que experimentou ficar com alguém do mesmo sexo, não curtiu e ok! Tem gente que topou um ménage e na hora se sentiu deslocado e aí? Acontece… vida que segue! Agora, também tem gente que passa a vida toda só na vontade de colocar em prática algum desejo mas aquela “voz da consciência” parece chegar cheia de culpa né? Bom, aí talvez não esteja tudo ok.

Toda nossa vida gira em torno da famosa tentativa e erro mas, quando o assunto é sexo, muita gente não se permite errar ou até mesmo gostar de determinadas práticas. Agora, se você não se identifica com algumas práticas, não sente vontade nem de experimentar e prefere o tradicional, está tudo certo!

Que bom seria se cada pessoa soubesse que somente ela é a responsável por criar seus padrões e experimentar o que bem sentir vontade. É assim que vamos entendendo sobre nossa liberdade sexual, que só porque é liberdade não quer dizer que não tenha limites.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *